Financimento

Quilombo Algodão

Quilombo Algodão

Localizado na Colônia de São Francisco, no município de Pelotas, o Quilombo do Algodão é composto por 70 famílias, as quais ocupam uma área total de 38 hectares, em uma região íngreme e pedregosa. A parcela reduzida de terras em que as famílias quilombolas vivem atualmente obriga a maior parte dos quilombolas da comunidade a ter que trabalhar em outras terras, muitas vezes em condições de sub-emprego. Outra alternativa, sobretudo para as  gerações mais jovens, é a busca de emprego na cidade, o que contribuí para o êxodo rural. Essa realidade é comum à maioria dos quilombos que visitamos, e traz dificuldades para a continuidade da luta pela titulação das comunidades. Muitas vezes os produtores rurais do entorno, temendo a desapropriação de suas terras, ameaçam não mais empregar quilombolas caso o processo de titulação avance.  Parte das famílias do Quilombo do Algodão viviam em casas de barreado, não tinham acesso à energia elétrica nem à água potável até o final dos anos 2000. Foi somente através da mobilização em torno da Associação Quilombola que elas tiveram acesso a esses direitos básicos. No cemitério da comunidade é possível encontrar as sepulturas de um grande número de ancestrais quilombolas, comprovando vínculos históricos com a terra.